Dra. Lauren Mallmann - Pediatra - Perfil no Achei Fácil

ARTIGOS VOLTAR

Artigo em Saúde e Bem-Estar
O perigo dos andadores infantis

Os andadores infantis são muito populares entre os pais, cada vez mais coloridos e com vários brinquedos acoplados são diversão garantida aos bebes, certo? Errado. A Sociedade Brasileira de Pediatria contraindica o uso desses andadores, pois eles podem ocasionar traumatismo craniano. A criança pode se apoiar no andador, tombar para frente, batendo a cabeça ao solo, e dependendo da velocidade da queda, pode até ocorrer fratura dos ossos do crânio. Usando o andador a criança tem mais fácil acesso à escada, a piscinas, podendo provocar outros tipos de acidentes. Algumas pessoas acreditam que com o andador a criança tem mais independência e liberdade, mas os especialistas dizem que colocar um bebe em um veículo que pode atingir a velocidade de até 1m/s equivale a entregar a chave de um carro a um menino de 10 anos.
A alegria de ver o filho dando os primeiros passos sozinho é indescritível. Os pais pensam que usando o andador, a criança aprenderia andar mais rapidamente, mas estão equivocados. O andador pode atrasar o desenvolvimento normal da marcha. Bebes que utilizam o andador levam mais tempo para ficar em pé sem apoio, começam a andar errado. Além disso, engatinham menos e têm escores inferiores nos testes de desenvolvimento. A aquisição da marcha ocorre normalmente entre os 10-18 meses, então dê tempo a seu filho para conquista-la. Nós adultos aprendemos a andar sem a “modernidade” dos andadores infantis, foi da maneira antiga: levantando, caindo e tentando novamente, é assim mesmo.

Dra Lauren Mallmann
.

Compartilhar1 Curtir
Consultórios Médicos pediatra